11 de agosto de 2012

Paul W.S. Anderson fala sobre a franquia Resident Evil em entrevista

O diretor e escritor do filme Resident Evil: Retribuição e também diretor do primeiro e quarto filmes da franquia, sendo roteirista de todos eles, falou recentemente ao site Upcoming Movies sobre o seu novo longa e a franquia Resident Evil.

Segundo ele, ninguém tinha noção de que a franquia se estenderia à cinco filmes e que o primeiro filme foi produzido de forma um tanto independente, já que nenhuma produtora dos Estados Unidos quis agarrar o projeto. "Estou, obviamente, extremamente feliz e orgulhoso com isso, mas não houve nenhuma maneira em que eu pudesse ter previsto quando estávamos em Berlim filmando o primeiro filme sem nenhum acordo de distribuição nos EUA. Quero dizer, ninguém queria o filme, da primeira vez. Não havia um único estúdio americano que queria financiar o filme, de modo com que ele foi financiado de forma independente fora do território norte-americano. A Sony apenas fez uma cópia e acordo de publicidade, então se nós não tivéssemos mostrado um bom início no primeiro teste de exibição, eles teriam lançado o filme direto para DVD." Comenta Anderson.

Outra parte interessante nesta entrevista, é o momento em que ele fala sobre a ideia que tinha de haver apenas uma trilogia dos filmes e que no primeiro longa, seriam mostrados acontecimentos anteriores ao primeiro jogo, no segundo teríamos uma história paralela no cronograma dos jogos e no terceiro, um pós-acontecimento aos dos games: "Quando o primeiro filme se tornou um sucesso, eu definitivamente tinha em mente a ideia de que poderíamos fazer uma trilogia de filmes com o primeiro filme sendo como um prequel do primeiro jogo, o segundo filme tendo lugar durante o cronograma dos videojogos e o terceiro filme como sendo um pós-script para o mundo dos videogames."

Anderson também fala como é trabalhar em mais um filme da franquia, que para ele, mais parece uma nova aventura, mas bem familiar. "Eu tenho trabalhado com a mesma equipe e elenco por um bom tempo. Estou obviamente muito familiarizado, o que é ótimo, e eles têm muito desse tipo de sentimento familiar."

Para Resident Evil: Retribuição, que estreia no dia 14 de setembro, ele pensou em realizar um tipo de filme "Épico Global", que elevará a franquia em um nível épico. Essas também são as suas expectativas? Comente!
Curitibano, 21 anos. Administrador dos sites Cine 3D Brasil, Lara Croft Daily, Lorics Brasil e Resident Evil Space. Amante de filmes e literatura em geral.

Um comentário:

  1. Bruno Amorim da Costa1 de julho de 2013 04:12

    Espero de Resident Evil 5 uma diferença muito grande, mesmo porque os filmes que eu mais gostei e que acho que fora muito bem feitos foram o 1º o 4º e espero que o 5º também.
    O 2º e o 3º filme eu achei que ficou muito indeciso e sem nexo ou seja muito mau explicado pelo meu ponto de vista em alguns sentidos.
    O mundo em Resident Evil acabou muito rápido em muitos poucos anos, isso não é só uma opinião minha e sim de acordo com mais alguns colegas de trabalho que também são fãs de Resident Evil.
    Estamos ansiosos para que chegue logo dia 14 de Setembro porque marcamos de irmos todos juntos num grupo fechado e vip de oito amigos sendo que o nosso cinema favorito escolhido é a rede CINEMARK, mas que no momento não deu as caras para o lançamento do filme ou seja ainda não se sabe se o CINEMARK vai aderi-lo pelo menos aqui no ES.
    Acredito que sim porque faltavam apenas uma semana para o lançamento de Resident Evil 4: Recomeço a dois anos atrás e encima da hora o filme entrou na lista dos próximos lançamentos da rede CINEMARK.

    ResponderExcluir